O mar é o brilho do céu

06
Jan 09

"Em cada um de nós há um segredo, uma paisagem interior, com planícies invioláveis, vales de silêncio e paraísos secretos"

 

 

 

 

Momentos complicados, o meu silêncio é o meu refúgio..

 

 

publicado por marebrilho às 20:08
sinto-me:

02
Jan 09

 

Ano novo, mas há coisas que nunca mudam..

 

E a nossa relação (mãe), por mais que  me esforce  nunca será  como já foi (em criança), como ainda sonho..

 

publicado por marebrilho às 14:15
sinto-me: aceitar a realidade..

28
Dez 08

 

 

Aprender a ser Feliz!

 


13
Nov 08

 

 

 

...

"And your slowly shaking finger tips
Show that you're scared like me so
Let's pretend we're alone
And I know you're maybe scared
And I know we're unprepared
But I don't care

Tell me, tell me
What makes you think that you are invincible?
I can see it in your eyes that you're so sure
Please don't tell me that I am the only one not vulnerable
Impossible

...

Slow down girl, you're not going anywhere
Just wait around and see, maybe I'm much more
You never know what lies ahead
I promise I can be anyone, I can be anything
Just because you were hurt, doesn't mean you shouldn't bleed
I can be anyone anything, I promise I can be what you need (I can be what you need)"

publicado por marebrilho às 16:04
sinto-me: Down..
música: Vulnerable- Secondhand Serenade

08
Nov 08

 

 

Desaparecer com um sopro..

Ir e não voltar

Deixar poisar

Devagar a poeira do ar

Mentalizar-me

Esta é a vida

Uma pequena passagem

Um pequeno passeio

Onde não sabemos o destino

Apenas sabemos que um dia o passeio terminou

Contemplar as paisagens

Sejam elas mais ou menos belas

Seguir em frente, seguir viagem

 

Apenas preciso de desaparecer com um sopro..

Esquecer esta monotomia desgastante de paisagens..

Mudar o rumo da minha viagem..

Gostava de por um minuto escolher o destino desta viagem

Não a paragem final, mas um dos locais onde contemplar

Não quero apenas aceitar a vida, quero poder ter o prazer da vida

 

Hoje quero desaparecer com um sopro!

publicado por marebrilho às 23:09
sinto-me: em baixo..

03
Nov 08

 

 

O quanto ficam simples e belas as árvores de Outono

O quanto admiro o facto de poderem ficarem nuas durante uns meses

Mostram o seu mais intimo

Mostram o seu mais belo

Mostram a todos o que elas são

Deixam cair a sua ramagem para finalmente serem elas

Não precisam enconderem-se mais

Não precisam mostrar a sua ramagem verde logo de manhã

Não precisam de mostrar a sua felicidade

Podem ser como querem

Nenhuma é mais bela que a outra, pois cada uma está a ser ela mesma

Quem me dera ser nesta altura uma árvore de outono

Deixar cair a minha ramagem

Ser eu

Não sorrir para agradar aos outros

Não acordar com a ramagem verde e forte, e ser fraca e nostálgica

Não ser agradável com todos

Ser fiel aos meus principios

Deixar de florir e apenas fazer sexo

Deixar de dar justicações porque estou assim ou não

Ser eu, ser uma árvore só e despida em pleno Outono

 

 

publicado por marebrilho às 19:30
música: apocalyptica-Rock in Rio 2008
sinto-me:

17
Out 08

 

 

   Um dia sem significado, onde não sei onde estou ou onde me encontro, mas que até hoje nada mais teve significado.

  

    Tudo começou normalmente, um dia como qualquer outro, com ou sem significado, mas normal. Mudei de planos ao fim da manhã, queria estar com ele e ainda poder ir ao RGA ( reunião geral de alunos), pois este ano decidi fazer parte da associação de estudantes e achei que deveria de dar o meu apoio á minha lista. Tudo até aqui normal. Almoçamos juntos, falamos, brincamos, namoramos até ao último segundo. Estava feliz!

 

    Fui para a RGA, e como era esperado, ambas as listas queriam eliminarmo-nos, pois, só assim teriam alguma forma de ganhar. As discussões foram progredindo. Desta vez enervei-me. Nem ligo a nada disto e acho uma parvoice, mas não consegui ficar indiferente a acusações e mesmo até ameaças a amigas. Enervada, sai. Fui para casa.

 

    Em casa, sei de uma notícia menos boa, que até agora não percebo se é verdade ou não. Mas, fiquei muito nervosa e preocupada e não consegui fazer mais nada o resto da noite. Era mau demais para poder aceitar o que pode/poderia acontecer se realmente for/fosse verdade. Gritos e discussões terminaram este meu dia.

 

     A partir deste dia sem significado, tudo continuou sem significado. Reacções sem significado, noites sem significado e choro sem significado.

 

       Não suporto mais ouvir falar do meu aniversário e ainda falta uma semana.   Que saudades de ser criança...Anciosa com as surpresas, anciosa por vestir uma roupa nova nesse dia e ser o centro das atenções.

      Agora parece que tudo faz questão de relembrar que faço anos, de dizer qual a minha prenda de aniversário, de dizer " é apenas isto", como se eu pedisse algo mais.

        Ninguém percebe que o pequeno, o inesperado é o mais importante, que não preciso de saber o valor material das prendas

        

       Apenas quero o carinho das pessoas que estão comigo em tudo.

 

      Especialmente o teu amor, a tua atenção e aquele nosso lugar, aquele espaço.. (que sei que não vou ter), isso sim faz-me ficar triste...

 

Miuda esquecita eu..bahhh

       

 (desabafo)

 

  ...........................................................................................................................................................

 

 

Parabéns Nocas!

 

Um amiga que visita regularmente o meu blog e já se tornou uma grande amiga =)

 

http://sonhos-as-cores.blogspot.com/ 

 

publicado por marebrilho às 14:39
sinto-me:

Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

7 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO