O mar é o brilho do céu

26
Nov 08

 

 

 

 

“Each day I live
I want to be a day to give the best of me
I'm only one, but not alone
My finest day is yet unknown
I broke my heart for ev'ry gain
To taste the sweet, I face the pain
I rise and fall, yet through it all this much remains
I want

One moment in time
When I'm more than I thought I could be
When all of my dreams are a heart beat away
And the answers are all up to me
Give me one moment in time
When I'm racing with destiny
and in that one moment of time
I will feel, I will feel eternity”

publicado por marebrilho às 21:25
sinto-me: Pensar positivamente..
música: "One Moment in Time"

22
Nov 08

 

 

 

 

 

Whitney:

Many nights we prayed, with no proof anyone could hear

In our hearts a hopeful song, we barely understood

Now we are not afraid, although we know there's much to fear

We were moving mountains long, before we knew we could



Chorus:

There can be miracles, when you believe

Though hope is frail, it's hard to kill

Who knows what miracle, you can achieve

When you believe, somehow you will

You will when you believe



Mariah:

In this time of fear, when prayer so often proves in vain

Hope seems like the summer birds, too swiftly flown away

Yet now I'm standing here, my heart so full I can't explain

Seeking faith and speaking words, I'd never thought I'd say



Chorus:

There can be miracles, When you believe (When you believe)

Though hope is frail, It's hard to kill

Who knows what miracles, You can achieve (You can achieve)

When you believe, somehow you will

You will when you believe



Bridge: (Both)

They don't always happen when you ask

And it's easy to give in to your fear

But when you're blinded by your pain

Can't see the way clear through the rain

A small but still resilient voice

Says hope is very near



Chorus: Mariah (Whitney)

There can be miracles (Miracles)

When you believe (Oh When you believe)

Though hope is frail

It's hard to kill (Hard to kill)

 

 

Who knows what miracles

You can achieve (You can achieve)

When you believe (oooohhh)

Somehow you will (somehow somehow somehow)

Somehow you will (no no no)

You will when you believe (when you)

You will when you, you will when you, believe

Just believe, just believe

You will when you believe

 

publicado por marebrilho às 21:06
sinto-me: tentando acreditar..

17
Nov 08

 

Tentei estar normalmente como nada fosse, tentei expulsar este ar deprimido que me consome e sorrir para todos. Apenas desejava o meu lar, o meu refúgio. Mas, sabia que ainda tinha um dia inteiro pela frente. Anima-te, pensava eu.

Olhava para o lado e lá estavas tu um pouco em baixo e eu sem forças para dizer algo ou apenas tocar-te. Passou-se a manhã, almoçamos. Mais uma vez não estivemos sós. Aguenta-te! Veio a conversa do aniversário de namoro, enfim, uma desilução pegada.

Hoje mais um dia para o médico. E  resultado: Aguenta-te! Uma crise de asma permanente e não posso fazer nada até Dezembro. Chego a casa recebo uma notícia, não sei bem como estou...

 

Mas agora o que falta mais? O que vem a seguir?

 

(desabafo)

 

 

 

 


16
Nov 08

 

 

 

 

Apenas o que precisava de ouvir..

E de sentir..


 

 

Mais uma semana..

De volta a escola..

De volta a dor silenciosa no peito..

De volta a angústia..

De volta a solidão..

De volta os sonhos impossíveis

De volta os pesadelos do presente, passado e futuro..

Tudo de volta menos o sorriso..

Vou deixar-me de lamentações..

Habitua-te!

Aguenta-te!

 


15
Nov 08

 

 

 

" O amor, quando vive numa casa, seja ela pobre ou rica, pega-se aos objectos, dá perfume aos sentimentos, dá doçura aos movimentos, ao passar dos anos.”

 

 

 

"Alma e os mistérios da vida"- Luísa Castel-Branco

publicado por marebrilho às 20:32
sinto-me:
música: Gimmie gimmie gimmie

13
Nov 08

 

 

 

...

"And your slowly shaking finger tips
Show that you're scared like me so
Let's pretend we're alone
And I know you're maybe scared
And I know we're unprepared
But I don't care

Tell me, tell me
What makes you think that you are invincible?
I can see it in your eyes that you're so sure
Please don't tell me that I am the only one not vulnerable
Impossible

...

Slow down girl, you're not going anywhere
Just wait around and see, maybe I'm much more
You never know what lies ahead
I promise I can be anyone, I can be anything
Just because you were hurt, doesn't mean you shouldn't bleed
I can be anyone anything, I promise I can be what you need (I can be what you need)"

publicado por marebrilho às 16:04
sinto-me: Down..
música: Vulnerable- Secondhand Serenade

12
Nov 08

 

Médicos e hospitais, não obrigado!

 

     Não tenho fobia a médicos nem a hospitais, pois desde criança que é habito passar horas infinitas a levar oxigénio, a exames, etc. Contudo, não deixa de ser horrível ir aos hospitais. Não basta estarmos doentes, quanto mais ficar horas de espera para uma consulta que depois nem chega a 5 minutos e chegamos á conclusão: Porque vim aqui? Chego com uma crise de asma e metade da consulta foi a falar sobre a minha vida sexual e que tenho que habituar-me a viver assim com a falta de ar (como se isso fosse uma grande novidade). No dia seguinte, volto aos exames com resultados de nódulos e para quê preocupar: "o teu pulmologista que veja isso, ele é que tem o teu histórico" e a tiroide "logo se vê isso na segunda-feira"..ridiculo..

    Infelizmente os nossos hospitas públicos não funcionam devidamente, e nem todos os médicos são devidamente profissionais nos hospitais públicos, pois em clínicas privadas os mesmos médicos são atenciosos, preocupados com os seus doentes, educados, resumindo são médicos. O problema dessas clínicas é que paga-se bastante e nem todas as pessoas tem possibilidades económicas para recorrer a elas.

    Desde Domingo que tem sido uma correria entre hospitais e clinicas para fazer exames, apenas hoje, finalmente, não houve uma ida ao médico ou fazer mais exames. Além do stress de mãe "galinha", o hospital não é de todo um sítio agradável. Um dia mais calmo em casa, esquecer um pouco as doenças, e descansar junto do calor da lareira.

 

 

 

publicado por marebrilho às 20:43
sinto-me:

08
Nov 08

 

 

Desaparecer com um sopro..

Ir e não voltar

Deixar poisar

Devagar a poeira do ar

Mentalizar-me

Esta é a vida

Uma pequena passagem

Um pequeno passeio

Onde não sabemos o destino

Apenas sabemos que um dia o passeio terminou

Contemplar as paisagens

Sejam elas mais ou menos belas

Seguir em frente, seguir viagem

 

Apenas preciso de desaparecer com um sopro..

Esquecer esta monotomia desgastante de paisagens..

Mudar o rumo da minha viagem..

Gostava de por um minuto escolher o destino desta viagem

Não a paragem final, mas um dos locais onde contemplar

Não quero apenas aceitar a vida, quero poder ter o prazer da vida

 

Hoje quero desaparecer com um sopro!

publicado por marebrilho às 23:09
sinto-me: em baixo..

06
Nov 08
 
 
Não consegui ficar indiferente a esta notícia:
 
 
 
"Morreu Rute Cruz 
A jornalista de TVI faleceu hoje vítima de doença prolongada 

Rute Cruz, que durante largos meses fez dupla no Diário da Manhã com José Carlos Araújo, morreu hoje, vítima de doença prolongada. Já no início deste ano, a jornalista, de 27 anos, tinha enfrentado uma paralisia facial, o que a obrigou a ficar afastada do pequeno ecrã durante algum tempo. “A recuperação está a correr bem e devo regressar já em Fevereiro”, declarava Rute na altura.
Formou-se em Português e, depois de ter frequentado um curso no Cenjor, começou por apresentar um programa sobre a Igreja Evangélica, na RTP2. Mais tarde foi convidada para trabalhar na estação de Queluz, no Diário da Manhã, onde permaneceu apenas um mês. Seguiu-se a experiência de repórter no Deluxe, onde esteve durante um ano, e, em 2006, voltou a apresentar o programa informativo das manhãs da TVI.
Detentora de uma personalidade forte e muito optimista, Rute Cruz revelava, numa entrevista ao site Rosa 10, datada de Julho de 2007, que tinha uma visão muito positiva do futuro. “Hoje em dia vivo um dia de cada vez, mas eu prevejo o meu futuro brilhante, fantástico”, afirmava.
O corpo da jovem jornalista estará em câmara ardente na Basílica da Estrela. O funeral realizar-se-á em Santarém."

 

 

 

 

Até sempre Rute Cruz..

 

 

 

 

 

 

Vida injusta....

 

publicado por marebrilho às 21:06
sinto-me:

Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
14

18
19
20
21

23
24
25
27
28
29

30


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

7 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO